Arquivo diários:18 de fevereiro de 2011

MP que ataca caráter público dos HUs é debatida na Unifesp

A polêmica Medida Provisória 520 será tema de debate organizado pelo Conselho de Entidades da Unifesp na próxima terça-feira. Assinada no “apagar das luzes” do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a MP cria uma empresa para administrar os Hospitais Universitários ligados às Instituições Federais de Ensino Superior. A iniciativa do governo, tanto por seu ataque ao caráter público dos Hospitais-Escola quanto por ser completamente anti-democrática, foi repudiada por diversos setores da sociedade ligados às áreas da educação e da saúde. Um movimento de entidades e sindicatos luta pela derrubada da MP e o Conselho Nacional de Saúde já aprovou resolução contrária à MP por ela representar um ataque ao Sistema Único de Saúde.

O impacto da MP 520 é ainda difícil de avaliar. O texto da medida não é claro e é ainda mais obscuro no caso da Unifesp, já que diferentemente das demais federais, seu Hospital-Escola é privado. Desta forma, cabe questionar ao governo e à própria Reitoria, como se daria a relação entre a Instituição e seu Hospital. A nova empresa passaria a administrar o HSP? Qual seria o papel da SPDM neste processo? O Hospital-Escola da Unifesp passaria a ser público? Por que a federalização do HSP nunca é cogitada pelos governos?

Tentando responder estas e muitas outras perguntas, o Conselho de Entidades convida toda a Comunidade Unifesp para um debate sobre a MP 520, com a presença de representantes de entidades locais e nacionais, da Reitoria, do HSP e da SPDM. Este é um momento-chave para o futuro de nossa Universidade e de seu Hospital-Escola. Participe e contribua!

Debate sobre a MP 520

Terça-feira, 22 de fevereiro, às 12 horas

Campus da Vila Clementino, no Anfiteatro A

Nomes Confirmados:

Walter Albertoni – Reitor da Unifesp
José Ferraro – Superintendente do Hospital São Paulo
Antonio Carlos de Pádua Borges – Coordenador de Seguridade Social da Fasubra
Franciso Antônio Lacaz – Diretor da Adunifesp

Coordenação do debate: Fernando Almeida – Presidente do DCE da Unifesp