Arquivo mensais:maio 2019

Entidades da Unifesp: 30 de Maio em defesa da educação!

NOTA CONJUNTA DAS ENTIDADES DA UNIFESP A FAVOR DA EDUCAÇÃO – ATO 30 DE MAIO


Em apenas cinco meses de Governo Bolsonaro, ocorreu uma sucessão de ataques à Universidade Pública e à autonomia universitária. O contingenciamento de 30% nas Universidades Federais fará com que o ensino superior e as pesquisas fiquem estagnadas e, desse modo, não conseguiremos avançar em ensino, pesquisa e extensão. Esses cortes refletirão diretamente no funcionamento da Universidade pois afetam o pagamento dos serviços de consumo como água, luz, telefone, limpeza e no auxílio para alunos da graduação, financiamento de bolsas de pesquisa, manutenção de laboratórios, etc. Coloca-se em risco a permanência da própria Universidade.


Os ataques foram justificados de maneira equivocada como uma “ação necessária” para equilibrar as contas do país e tendo como outra consequência a chantagem para acelerar o processo de aprovação da Reforma da Previdência.


Para o Governo, o inimigo do país é quem está inserido na educação, sejam professores, estudantes de graduação e pós-graduação, e até mesmo funcionários de instituições de ensino federais. Atualmente, o ensino público superior é responsável por 95% da produção científica brasileira. O Brasil é o 13° maior produtor de publicações de pesquisa no mundo. A Universidade Federal de São Paulo figura entre as maiores Universidades Brasileiras e da América Latina.


No dia 15 de Maio de 2019, ao menos 222 cidades brasileiras tiveram manifestações contra o contingenciamento de recursos para a educação anunciados pelo Ministério da Educação (MEC). Foi a primeira grande manifestação contra o atual Governo. A comunidade Unifesp levou mais de 4.000 pessoas para o Ato na Avenida Paulista e mostrou a importância da nossa Universidade e do ensino público superior gratuito e de qualidade.


Devido a isto, nós, entidades representativas da comunidade Unifesp, nos unimos e convocamos nossas bases para juntos lutarmos a favor da educação no próximo Ato que ocorrerá no dia 30 de maio no Largo da Batata – SP, que será o prenúncio para a Greve Geral convocada para o dia 14 de junho. Não podemos enfraquecer o movimento. Investimento em educação e ciência não é gasto.


Adunifesp-SSind – APG-Unifesp – DCE-Unifesp – Sintunifesp

30 de maio em defesa da educação!

As ruas do país serão novamente ocupadas por atos em defesa da educação pública em 30 de maio, próxima quinta-feira. Entidades estudantis e sindicais estão chamando mobilizações em todo o país para fortalecer a luta contra os cortes de orçamento. O Dia de Lutas também servirá como preparação para a Greve Geral, convocada pelas centrais sindicais para 14 de junho.

A Adunifesp-SSind apoia as manifestações locais e nacionais em defesa da educação nesse dia 30 de maio! Rumo à greve geral do dia 14 de junho!

Continue lendo 30 de maio em defesa da educação!

Eleições Adunifesp-SSind

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Eleição ADUNIFESP-SSIND. – GESTÃO 2019/2021

De acordo com o Estatuto da Associação dos Docentes da Universidade Federal de São Paulo – Seção Sindical (Adunifesp-SSind.), Capítulo 4 – Das Eleições – comunicamos a todos os sócios a abertura do processo sucessório da atual diretoria para a gestão 2019/2021.

  1. As inscrições serão realizadas por chapas com a seguinte composição:

– PRESIDENTE

– VICE-PRESIDENTE

– SECRETÁRIO GERAL

– 1º SECRETÁRIO

– TESOUREIRO GERAL

– 1º TESOUREIRO

– DIRETOR DE RELAÇÕES SINDICAIS, JURÍDICAS E DEFESA PROFISSIONAL

– DIRETOR DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

– DIRETOR DE POLÍTICA SÓCIO-CULTURAL

– DIRETOR DE POLÍTICA UNIVERSITÁRIA

– 01 (UM) DIRETOR REGIONAL PARA CADA NOVO CAMPUS DA UNIFESP

  • O Estatuto da Adunifesp-SSind., referente às eleições e atribuições da Diretoria está disponível aos interessados na sede da entidade.
  • Todos os candidatos deverão ser sócios da Adunifesp-SSind.
  1. A eleição da Diretoria da ADUNIFESP-SSIND será realizada e acompanhada por uma comissão eleitoral, cujos nomes devem ser indicados, pelo Conselho de Representantes, no prazo de 10 dias após a convocação das eleições para Diretoria. A comissão eleitoral terá pelo menos 2 (dois) representantes do CR, 1 (um) representante da Diretoria e 1 (um) representante indicado por cada chapa inscrita.
  1. Inscrições:

– de 24/05/2019 a 07/06/2019

  1. Campanha:

– de 08/06 e 24/06/2019

  1. Local das inscrições:

– Sede da Adunifesp-SSind. (Rua Napoleão de Barros, 837/841 – Vila Clementino)

. de 2ª.f à 6ª.f, das 9h às 17h, com Roseli ou Andréa

. os professores candidatos que compõem a chapa deverão preencher o formulário padrão disponível na entidade.

  1. Data da eleição:

– 25, 26 e 27/06/2019

  1. Data da apuração dos votos:

– 28/06/2019, na sede da Adunifesp-SSind.

  1. Posse da Diretoria:

– 23/08/2019                                                                               

Prof. Dr. Daniel Augusto Feldmann

Presidente da Adunifesp-SSind.

Decreto de Bolsonaro ataca autonomia universitária

Reitores não poderão mais nomear pró-reitores nem diretores

O presidente Jair Bolsonaro publicou, na terça (14), o Decreto 9794. Com o decreto, a partir de 25 de junho, os reitores de universidades, CEFETs e institutos federais não poderão mais nomear pró-reitores e diretores de unidades. A nomeação caberá a Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil, e a Abraham Weintraub, ministro da Educação. Os docentes indicados para os cargos terão que passar por investigação de vida pregressa feita pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e pela Controladoria Geral da União (CGU).

Continue lendo Decreto de Bolsonaro ataca autonomia universitária

Por que o Brasil está nas ruas pela educação?

Assista na íntegra publicação do Brasil de Fato analisando os ataques do governo às universidade e a mobilização em defesa da educação pública.

#NaRuaPelaEducação | Professores, estudantes e trabalhadores da educação de todo o Brasil amanheceram em luta neste 15 de maio, data que marca a primeira greve nacional contra políticas do governo Jair Bolsonaro (PSL), como os cortes na educação e a Reforma da Previdência. Entenda!

#TsunamiDaEducação #TodosPelaEducação

MANIFESTO DOCENTES DA EPPEN

MANIFESTO DOS PROFESSORES DA ESCOLA PAULISTA DE POLÍTICA, ECONOMIA E NEGÓCIOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP, CAMPUS OSASCO) SOBRE AS DECLARAÇÕES DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO ABRAHAM WEINTRAUB E SOBRE OS CORTES ORÇAMENTÁRIOS NA EDUCAÇÃO

Nós, professores da Escola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN), que ocupa o campus Osasco da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), expressamos nosso mais veemente repúdio aos atos do governo Bolsonaro no terreno da Educação. Repudiamos a decisão do MEC de cortar brutalmente as verbas destinadas a todos os níveis de ensino, mas, em especial, ao ensino superior. Esses cortes, como vem sendo amplamente noticiado, inviabilizarão muitas das atividades das universidades federais, impedindo que continuem em seu papel de geração de conhecimento, formação de profissionais nas mais diversas áreas e prestação de serviços diretamente à comunidade por meio de atividades de extensão.

Continue lendo MANIFESTO DOCENTES DA EPPEN

Confusão de dados é proposital

Sem sucesso, ministro Weintraub tentou convencer estudantes e acadêmicos de que bloqueio seria de apenas 3,5%

Igor Carvalho

Brasil de Fato | São Paulo (SP), 14 de Maio de 2019 às 10:03

Com chocolates, ministro cita porcentagem bem menor de bloqueio nas universidades

Desde o último dia 30 de abril, quando o ministro da Educação Abraham Weintraub declarou que cortaria 30% do orçamento das universidades federais que provocarem “balbúrdia” em seus campi – citando a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) –, o tema da educação superior ocupou lugar de destaque nas discussões políticas no país.

Continue lendo Confusão de dados é proposital