Arquivo mensais:janeiro 2017

Nota da Adunifesp-SSind sobre a reunião do Conselho Universitário da Unifesp de 31/01

Divulgacao_facebook_nota31-01-página001

O Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Consu/Unifesp), reunido extraordinariamente em 31 de janeiro de 2017, reiterou sua decisão em relação à lista tríplice encaminhada ao Ministério da Educação para indicação de reitor da Unifesp. Solicitando a imediata nomeação da Prof.ª Dr.ª Soraya Soubhi Smaili como reitora e do Prof. Dr. Nelson Sass como vice-reitor, indicados em primeiro lugar na lista tríplice. O Consu e a comunidade universitária defendem o resultado da consulta paritária, reafirmando assim que a eleição realizada em 23/11/2016 seguiu todas as normas regimentais e demais trâmites legais aplicáveis, e consulta à comunidade foi amplamente legítima e representativa.

A Associação dos Docentes da Unifesp – Adunifesp-SSind esteve presente na seção, com sete de seus diretores, incluindo o presidente professor Rodrigo Medina, que na oportunidade realizou fala defendendo a autonomia universitária para eleição democrática e paritária de seus dirigentes. Na ocasião estavam presentes representantes da Associação dos Docentes da USP e da Associação dos Docentes da Unesp, atentos e mobilizados junto aos docentes da Unifesp contra qualquer tipo de intervenção nesse processo legítimo e democrático de eleições.

Adunifesp-SSind

Manifesto em repúdio à suspensão da nomeação da Reitora da Unifesp

Divulgacao_facebook_manifesto-página001

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de São Paulo – Adunifesp-Ssind manifesta veemente repúdio à suspensão da nomeação da professora Soraya Smaili para o cargo de Reitora da Universidade Federal de São Paulo – Unifesp, vencedora na primeira consulta pública paritária às três categorias que constituem a universidade, resultado confirmado pelo Conselho Universitário.

Continue lendo Manifesto em repúdio à suspensão da nomeação da Reitora da Unifesp

Nota de Pesar

É com pesar que informamos o falecimento ocorrido ontem, dia 29/01, da mãe do Prof. Dr. Alberto Handfas, professor da Escola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN) do Campus Osasco da Unifesp, membro da Diretoria da Adunifesp-SSind., atuando como Diretor do Campus Osasco junto à entidade.

O sepultamento da senhora será realizado hoje, às 12h, no Cemitério Israelita do Butantã.

Nossas sinceras condolências,

Diretoria e Funcionários da Adunifesp-SSind.

Moção em apoio à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e em repúdio às declarações do Ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal

Os docentes da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) reunidos em assembleia no dia 16 de janeiro de 2017 vem a público declarar apoio à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) que encontra-se paralisada pela falta de pagamento de seu custeio e dos salários de seus servidores, revelando o aprofundamento da crise orçamentária do ensino superior público, agravada pela falência do estado do Rio de Janeiro. A UERJ sofre um processo de sucateamento progressivo por conta da crise de financiamento que atinge as demais universidades públicas e inicia o ano de 2017 fechada pois acumula dívida superior à R$350 milhões, sem verba para pagamento de bolsas, salários e até mesmo limpeza e segurança.

Nesta conjuntura o Ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso defendeu publicamente o modelo de financiamento privado para as Universidades Públicas brasileiras utilizando como principal exemplo a crise da UERJ. Declaração que deve ser combatida e repudiada pois entrega o ensino superior aos interesses de mercado, sem qualquer compromisso com a qualidade do ensino ou mesmo condições dignas de trabalho para os servidores.

Docentes da Unifesp reunidos em Assembleia no dia 16/01/17