Arquivo diários:29 de junho de 2016

NOTA DE SOLIDARIEDADE DA ADUNIFESP AOS PROFESSORES MEXICANOS

O mundo está em convulsão. As forças mais obscuras se levantam em todo o mundo em nome da intolerância, do pensamento único e da tecnicidade do mercado acima de qualquer direito humano e encontram a disposição de luta e de resistência por parte dos trabalhadores, principalmente aqueles que defendem direitos imprescindíveis, como a liberdade de pensamento, da produção científica, da autodeterminação dos povos e da educação autônoma. Professores de todos os níveis de ensino foram identificados internacionalmente pelas forças do mercado como a maior resistência ao pensamento único e vêm sendo submetidos a violências físicas, psicológicas e institucionais.

No México, ao defenderem o direito a uma educação pública e gratuita, contra a privatização do ensino naquele país, professores reunidos pela Coordinadora Nacional de Trabajadores de la Educación foram atacados em Oaxaca, na última semana, com armas de fogo por forças policiais mexicanas, resultando na morte de cinco docentes e um jornalista.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de São Paulo repudia as ações tanto de violência quanto de privatização praticadas em nome do povo mexicano e declara solidariedade e apoio aos seus professores na luta por uma educação pública, gratuita, plural e que privilegie tanto a autonomia do sujeito quanto dos povos.

Diadema, Guarulhos, Osasco, Santos, São José dos Campos e São Paulo, 24 de junho de 2016

Diretoria da Adunifesp