Arquivo diários:21 de março de 2016

Moção de repúdio aos recentes ataques a entidades sindicais

A Assembléia dos docentes organizada pela ADUNIFESP vem por meio desta se repudiar os recentes ataques a entidades sindicais, tais como a invasão da PM a reunião no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em Diadema, bem como os ataques com pedras à sedes da CUT em Campinas e Curitiba. É preciso rechaçar sem tréguas este clima de intimidação às organizações do movimento sindical e social, sejam elas vindas da polícia, de provocadores anônimos como também de iniciativas como da “Lei Antiterrorismo”, recentemente aprovada no Congresso nacional e sancionada por Dilma Roussef. Adunifesp-SSind

Nota do Conselho de Entidades da Universidade Federal de São Paulo sobre a paridade (e pauta da próxima reunião extraordinária do Conselho Universitário de 23/03/16 – paridade na consulta para reitor)

As entidades representantes dos distintos setores que compõem a Universidade Federal de São Paulo, presentes em reunião do Conselho de Entidades aos 8 de março de 2016, a saber, Adunifesp-SSind (Associação dos Docentes da Universidade Federal de São Paulo), Sintunifesp (Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de São Paulo), Aremulti (Associação dos Residentes Multiprofissionais da Universidade Federal de São Paulo) e APG (Associação dos Pós-Graduandos da Universidade Federal de São Paulo) – chama a atenção de toda a comunidade universitária para a próxima reunião extraordinária do Conselho Universitário – CONSU a ser realizada no dia 23 de março de 2016 em que será pautada, discutida e votada a paridade na consulta para o cargo de reitor da universidade.

A paridade plena entre as três categorias que constituem a comunidade universitária (docentes, funcionários técnico-administrativos e alunos), no entanto, envolve composições equânimes para muito além da consulta para reitor; toda a estrutura universitária deve estar voltada nessa direção: sobretudo na composição de comissões e colegiados superiores. Esta é uma pauta histórica dos órgãos de representação que compõem o Conselho de Entidades da Unifesp, por se tratar de uma iniciativa importante na construção de uma universidade mais democrática e participativa.

Apesar da pauta do próximo CONSU extraordinário ser ainda uma paridade reduzida à consulta para reitor, o Conselho de Entidades entende que é importante a participação da comunidade universitária nessa discussão e votação, por se tratar de um passo necessário, ainda que insuficiente, rumo a paridade plena na Unifesp. E, nesse sentido, reafirma sua posição pela paridade plena, em concordância com as deliberações do I Congresso da Unifesp que, soberanamente e em plenária paritária, aprovou a paridade na consulta para reitor, cargos de direção e para a composição de comissões e colegiados superiores da Unifesp.

Sendo já uma pauta histórica do movimento estudantil – de graduandos e pós-graduandos -, bem como dos técnico-administrativos (pauta reafirmada durante a greve de 2015), os docentes reunidos em Assembleia Geral da Adunifesp, no dia 14 de março de 2016, também se posicionaram a favor da paridade plena na universidade e em concordância com as deliberações do I Congresso da Unifesp, sendo assim, a favor da pauta única da próxima reunião do CONSU: a paridade na consulta para reitor.

Sendo assim, convocamos toda a comunidade acadêmica à mobilização pela aprovação, no dia 23 de março, da paridade na consulta às três categorias para a escolha de reitor da Unifesp.

Conselho de Entidades, reunido aos 8 de março de 2016.

Adunifesp-SSind
Aremulti
APG
Sintunifesp