Arquivo diários:3 de julho de 2015

Moção de repúdio à inação do Ministro da Educação

Os docentes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), reunidos em assembleia realizada no dia 1º de julho manifestam seu repúdio à inação do Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro,  em meio à crise na educação brasileira profundamente agravada pelos cortes orçamentários do chamado ”ajuste” fiscal. O movimento nacional de greve no Ensino Superior nas Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) é ignorado, não havendo qualquer manifestação por parte do ministro em abrir diálogo com o Comando Nacional da Greve docente, que hoje envolve 38 Ifes com paralisação de docentes e 65 de técnicos administrativos em educação, e tão pouco demonstra interesse e indícios de envolvimento na participação nas negociações indicando membros de sua equipe para as reuniões até aqui ocorridas. Ademais  não reconhece compromissos estabelecidos anteriormente entre o Ministério da Educação  e o ANDES-SN, cumprindo apenas compromissos com a privatização do ensino superior ao continuar financiando o Fies, apesar dos corte, submetendo-se de forma subalterna às decisões do Ministério de Orçamento Planejamento e Gestão que são completamente alinhadas com a política econômica do “ajuste” fiscal. A forma descompromissada como trata a grave crise das IFES, fica ainda mais evidente quando prefere acompanhar os 90 membros que compuseram a comitiva presidencial aos EUA a assumir papel protagônico na condução das negociações com o Movimento Docente em greve.

Plenária dos Docentes da Unifesp reunidos em Assembleia