Arquivo diários:12 de dezembro de 2012

Projeto Univercine exibe filme Condor e recebe diretor Roberto Mader

A atração do Projeto Univercine de dezembro é o longa-metragem Condor, dirigido por Roberto Mader. Prêmio de Melhor documentário no Festival do Rio de 2007, o filme trata de um capítulo obscuro da história da América Latina, a Operação Condor, nome dado à sinistra conexão entre governos militares sul-americanos que perseguiu e matou cerca de 30 mil pessoas nos anos 1970. Condor reúne depoimentos de generais, ativistas políticos, torturadores e suas vítimas, e entrevistas com familiares de desaparecidos políticos. A projeção é seguida de debate com a presença do diretor do filme e da antropóloga Cynthia Sarti, professora de Ciências Sociais da Unifesp. A mediação é de Mauro Rovai. O Univercine acontece neste sábado, 15 de dezembro, às 14 horas. A atividade é gratuita e a classificação indicativa desta sessão é 14 anos.

Desde 2010, uma parceria firmada entre a Unifesp e a Cinemateca realiza sessões educativas acadêmico culturais voltadas para a formação de público e à discussão dos principais temas relativos às ciências humanas. A Cinemateca fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207, entre a Avenida Sena Madureira e o Metrô Vila Mariana. Mais informações pelo telefone (11) 3512-6111 (ramal 215) ou pelo e-mail contato@cinemateca.org.br.

FICHA TÉCNICA E SINOPSE:

Condor, de Roberto Mader
Brasil, 2007, 35mm, cor, 106’ | Exibição em DV Cam
Prêmio de Melhor documentário no Festival do Rio de 2007, o filme trata de um capítulo obscuro da história da América Latina, a Operação Condor, nome dado à sinistra conexão entre governos militares sul-americanos que perseguiu e matou cerca de 30 mil pessoas nos anos 1970. Condor reúne depoimentos de generais, ativistas políticos, torturadores e suas vítimas, e entrevistas com familiares de desaparecidos políticos. A pesquisa para a produção do documentário iniciou-se em 1998, quando Mader vivia em Londres. Naquele ano, o ditador chileno Augusto Pinochet foi preso na cidade por determinação da justiça. Com a liberação de informações, Mader começou a investigar a história da Operação Condor. No início, obteve apoio da Fundação Ford e, já no Brasil, ganhou patrocínio cultural da Petrobras em 2004. De posse de cerca de 50 horas de imagens, fruto de pesquisas em diversos países, o diretor contou também com outras 45 horas de material rodado para o filme.

univercine_dezembro_2012